18 março 2009

 


SOBRE NOSSOS COMENTÁRIOS DE CADA DIA

Às vezes um blog por si não é interessante. E isso é muito relativo. Verdade é que ele precisa de uns alimentozinhos extras: do tipo “anti-monotonia”. Se se perceber bem, o mais divino de um blog, a meu ver, não é a postagem em si, mas sim os comentários, os olhos alheios que se voltam para o que escrevemos. O texto literário talvez seja o mais abençoado pelos comentários mais significativos, isso pela própria natureza do texto. As pessoas geralmente passam por longe do que pretendíamos sugerir, às vezes acertam em cheio. Entretanto, confesso que os comentários mais dignos de reflexão são os da maioria das pessoas que não se intitulam “escritores”. Ah, porque certos “escritores” levam cada palavra, cada linha, com uma seriedade intangível, como se fosse um decreto de vida ou morte. Por isso, penso que é cada vez mais excitante sentir a naturalidade das pessoas que comentam teu texto sem ter que citar um crítico literário ou mesmo se remeterem a exposição e a secura de quem não se funda em nada, e simplesmente te diz “não concordo”. Ora, por exemplo, particularmente não escrevo aqui para perguntar se concordam ou não, mas escrevo para que, se concordarem ou não, se fundem em algo, de fato, interessante e curioso. Não que eu esteja escolhendo que o meu leitor diga o que eu queira ouvir. Mas nunca deixo nada aqui do tipo “você concorda ou não concorda”. Um blog é um veículo mágico, só os poucos olhos conhecem a magia que penetra nas palavras, mesmo que se conviva com elas há muito tempo. É evidente. Existem blogueiros que tratam seu blog como se tratassem de sua mãe num leito de morte. Existem outros que publicam em seus blogs seus textos fadigados da escuridão de uma gaveta, e que lá deveriam permanecer. Existem ainda outros que tratam seus blogs como se fossem verdadeiros vendedores de frutas verdes que não conseguem ser comercializadas – por não ter quem queira comprar. Enfim, um blog é uma aventura, uma oração, um Pai Nosso rezado às pressas. Mais vale a gente escrever. E isso basta.

Comments:
... Não concordo.

Mas, vale comentar e pra um blogueiro, o comentáiro "basta".

Escreva, leia, comente.
Pratiquemos algumas palavras.
 
eu concordo, sim, quando vc fala que os comentários são muito importantes. as vezes um comentário pode destruir nosso texto, ou reforçar a ideia.
 
Concordo...
Me pergunto qual a categoria do meu blog... rsrsrs
 
O comentário despretensioso de um leitor muitas vezes nos chama atenção para algo que a gente não percebeu na hora que escreveu um determinado post.Eu acho esse diálogo o que há de mais prazeroso qundo se tem um blog e é claro, também o fato de colocarmos pra fora o que vai aqui dentro.As vezes são muitas palavras ansiosas por conhecer o mundo aqui fora.Assim como vc, sou formada em letras e com duas pós em Literatura.Gostei daqui e obrigada por sua visita!
 
Concordo em número, gênero e grau.
 
Rapaz, eu fico toda anciosa por comentários, e o povo até passa por lá... me diz pelo msn q gostou e blá... mas eu gosto mesmo é quando comentam, fuçam, provocam...
rsrsrs
O intuíto é impactar, do contrário, não nos exporíamos dessa maneira!
 
Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?