03 dezembro 2008

 


Casarão da Praça Dom Moura: um pouco de sua história (Garanhuns-PE)


Em estilo neo-clássico, o casarão da praça Dom Moura, nº 44, foi construído em 1919, por José de Almeida, seu primeiro proprietário – que foi ainda comerciante e ex-prefeito de Garanhuns. O responsável pelo projeto arquitetônico do casarão foi o italiano Bruno Giorgio, contratado pelo próprio José de Almeida. O casarão possui todo seu madeiramento, do assoalho e lambri, importado do Pará. Seu segundo proprietário foi o grande líder político de Garanhuns, Antônio Souto Filho, que acolhia seus correligionários e amigos no porão do casarão, que até então era muito aconchegante – provido de móveis de jacarandá – onde passava horas; local que funcionava também o seu gabinete, seu “quartel general”. A arquitetura deste casarão é ímpar na cidade, uma vez que mantém conservado todo traçado arquitetônico predominante nas primeiras décadas do século XX. Ressalte-se ainda que sua construção foi efetivada num período em que o café vivia seu apogeu.

Após o desfrute de Souto Filho, o casarão foi durante muito tempo habitado pela família do Sr. Wilson Santana Neves – um médico aposentado.

Sendo assim, depois de passar por um bom período sem nenhum inquilino, a Prefeitura de Garanhuns adquiriu este casarão não só com o intento de preservá-lo, mas também com o propósito de reunir documentos e fotografias que contem a história de Luiz Inácio Lula da Silva, desde seu descerrar em Garanhuns até sua pujança como Presidente da República.


Comments:
oi Wagner, olha, já que vc não é mais poeta ou coisa que o valha a arte de escrever (vide que suas postagem tem um carater documental, jornalistica) gostaria de sugerir a vc que então documentasse a o elevado valor poético do seu conterrâneo, o Helder Herik, pois é sabido que este já teve sua 'pequena' produção elogiada por grande escritores nacionais, a saber, Ronaldo Correia de Brito (já leu alguma coisa dele?) Marcus Accioly (Já o leu? ou so ficou naquela foto em frente ao centro cultural?) o Carpinejar (lembra que ele já foi ao blog do Helder e lhe rasgou elogios por ler alguns poemas do Livro 'AS PLANTAS CRESCEM LATINDO', livro esse que acaba ser finalista do premio literário cidade do Recife, ficando com o premio de menção honrosa, que ninguem em Garanhuns teve esse titulo, exceto Jodeval, q é do bom conselho e morava na capital quando ganhou. Veja que é um grande premio, de valor nacional, e não de uma faculdade do interior kkk, não é mesmo? se vc valorizou o premio do poeta Malungo, qual foi o premio mesmo 'sintepe? é isso. premio dos vigilantes não sei de que (risos) bem se vc valoriza um premio desse galhardão a de valorizar o premio do Helder Herik, que repito, tem valor nacional. Colocando sua poesia além do ambito de Garanhuns e o elevando ao ambito nacional.

reflita um pouco sobre isso.

te amo.

meu jornalista querido.
 
Este comentário foi removido pelo autor.
 
te resopndo: meu poeta agoiabado!
kkkkkkkkkkkkkkk
 
Miguxo
 
Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?