27 fevereiro 2008

 

A VAQUINHA

Após apreciar, há poucos dias, a pintura de um artista desconhecido – que retratava uma vaca num pasto – lembrei-me da vaca de uma fazenda do tio de um colega meu de infância, que com freqüência eu ficava a contemplá-la nessa mesma fazenda, em que eu era convidado a passar alguns fins de semana. Lembrei-me que eu gostava de ficar olhando a vaquinha magra, borrada de marrom, que todas as tardes se encostava às estacas abarrotadas de arames que formavam o cercado. Era uma vaquinha magra. Magra e vacilante. Com seu couro coberto de carrapatos, ficava de um lado para o outro com a cara pra cima remoendo sua ruminação incessante. Além de sua inquietante ruminação, eu percebia que algo a mais nela me atraia. Decerto, não sabia de todo o que seria aquela atração. (Tinha medo que pensassem que eu teria alguma atração sexual por ela!) Sei que me causava uma boa sensação ficar olhando aquele animal lerdo, de passadas arrastadas, de focinho babado, olhos murchos e rabo balançando. Enquanto meus colegas, e outros que por lá moravam, se preocupavam em ir se lambuzar no açude, eu ficava ali sentado no capim, com as mãos suportando o queixo, admirando aquele bicho, esperando o seu mugido. Achava interessantes, também, aquelas tetas, achava grandes os “peitões”. (Não entendia porque os da minha mãe não eram daquele tamanho.) Que dava vontade dava, de espremer aquele úbere avantajado daquela vaca. Mas se nesse momento me faltava algo, era simplesmente a coragem. A coragem é o motor para qualquer atitude humana. Freava. Então ficava ali, terço, quarto de hora. O sol chegava, se punha. E eu contava as horas na cara preguiçosa daquela vaquinha,vendo sua língua salivante me ruminar o tempo.

Comments:
Ruminando o tempo...
O que pensava a linda vaquinha de você ali admirando-a?
delicias da roça, rss
dias lindos
beijos
 
Sendo vc um escritor maravilhoso e cheio de idéias eu daria tudo para ser essa vaquinha admirada por vc.vou continuar a ler seus textos, são autenticos e engraçados.Espero te conhecer um dia.Sua fâ numero um.
 
Sendo vc um escritor maravilhoso e cheio de idéias eu daria tudo para ser essa vaquinha admirada por vc.vou continuar a ler seus textos, são autenticos e engraçados.Espero te conhecer um dia.Sua fâ numero um.
 
Bom...na minha cozinha tem um monte de vaquinhas...bjokas
 
Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?