17 janeiro 2008

 
foto: praia de Jatiúca - Maceió


Em Maceió. Recolhido. Há alguns dias já. Desta feita, é engraçado perceber o quanto às vezes é bom se sentir um índio fora de sua tribo. Uma caravela sem mastro. Um sapato sem meia. Lendo sempre. Agora, Crime e castigo, do russo maior, Dostoiévsky. Confesso que poucas páginas por dia. Dou-me mais à observação dos que por aqui moram. Ou mesmo aos lugares que aqui que me parecem anti-poéticos. Ah, mas não só os lugares, a começar pelo clima, pois há dias me castiga esta calor esbravejante – que parece querer torrar meu cérebro. É. Esse calor quando alaga meu corpo de suor me causa uma sensação de provocação, algo mesmo equiparável às náuseas sentidas por Raskolnikóv no Crime e castigo. (...) Mas bons esses dias por aqui. Nem tudo é só tédio. A capital alagoana apresenta um bom repertório para os que, como eu, preferem à noite ao dia e não são bichos. Que me sejam dias dormentes esses. Embalados. Sem nó na goela, sem guerra na zona fronteiriça da paz. Apenas um furo, no lado esquerdo, distante.

Comments:
e sim, como é bom, observar a vida passar... lindas palavras e linda foto!
 
Um barquinho amarelo, um marzão adiante e um post bom de ler. Vc tá de férias?
 
Esse livro eh bom demais. Devorei os dois volumes em uma das ferias da faculdade, isso ha mais de 10 anos. Os Irmaos Karamazov tambem eh excelente ! Nao saberia dizer qual eh melhor.

bjs
 
d novo maceió: essa cidade me persegue.

jah ñ t contei, mas sou daí, desse calorzão q só ñ faz botar as tripas da gente pra fora pq a matéria se faz densa... rsrssrrs

moro em garanhuns três anos, só. qer dizer, três anos jah é um bocado d tempo. mas sou alagoana, d maceió. e isso é coisa difícil d conciliar. tive depressão, tomei medicamentos um ano e meio por causa dessa mudança, e axo q hj, só lido melhor com isso porq me joguei na leitura e reprimi meu desejo.

enfim.

mas eu tb estava por aí estes dias, xeguei d volta esta terça feira, passei duas semanas. olha só, qer ir prum lugar paradisíaco a meia hora do shopping d bus? vá pra ipioca. a água é transparente, morna e calma. coisa mais linda de se estar dentro.

jah xega.

vamos à literatura.

esse livro, mto bom. dos melhores q jah li. só q a angústia vivida por rasko ñ tem nada q ver com esse calor d férias. hahaah é preciso estar aqi, nesse frio da pexte pra poder ler com todo o espírito. o q a mente ñ faz com um sujeito? nós somos nossos próprios inimigos. é essa a principal mensagem q capito do dosto em seus livros. ateh agora só li o jogador e crime e castigo.

enfim.

curta as férias, deixe o livro prá lá, vá tomar banho d praia em ipioca!!!!!!!!

bjoOo.
 
Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?