08 maio 2007

 

“MARCIANOS INVADEM A TERRA”


Já está enchendo o saco. Esse zun-zun-zun dessa vinda do Papa Bento XVI ao Brasil já começa a me enjoar e enojar. Primeiro, porque parece que os brasileiros fanático-cristãos o esperam como se fosse a vinda do próprio Deus personalizado. Segundo, que em momento algum percebo um carisma humano nesse Papa como seria conveniente a qualquer líder que esteja à frente de um gigantesco círculo social como é a Igreja católica. Em terceiro, porque o investimento financeiro exorbitante que será gasto com o pouso de Joseph Ratzinger em nosso país daria tranquilamente para atenuar uma boa parte (ainda que ínfima) de alguns problemas sociais que aqui e ali envergonham o Brasil. Como se não bastasse, nosso “Lulinha paz-e-amor” quererá discutir políticas sociais. Acharia interessante isso, se não fosse só mais uma atitude discursiva que não extrapola o “bla-bla-blá” e que não toma corpo como deveria. No entanto, sereno enquanto a certas regalias que terá em nosso país, Bento saltará aqui talvez como se estivesse na Babilônia - embora desde a semana passada já venha acontecendo mobilizações de alguns grupos avessos a Ratzinger; como no caso de organizações, sobretudo, que pregam luta contra a homofobia do Papa; exemplos de grupos dessa natureza seriam alguns grupos GLBT (gays, lésbicas, bissexuais, travestis e transexuais) disseminados de norte a sul do Brasil. Salvador, Recife, Belo Horizonte e Porto Alegre são alguns dos lugares onde as manifestações já estão marcadas.

O povo brasileiro parece sempre ter sofrido a dor da ausência de adorar alguma figura que lhe soe como herói. (Que o diga, entre outros, o Modernismo de nossa Literatura.) É um povo que adora distrair-se com os “feitos” de outrem que estejam extrínsecos à sua terra. Engraçado é que dessa vez vêem uma espécie de Papa-herói ou divindade concretizada, e isso a ponto de se arrastarem por horas no fedor ou aperto até de um Pau-de-arara para se prostrarem a um homem como eles - talvez mais pecador que eles mesmos - como se ficar diante de tal homem fosse a redenção de suas vidas. Aí é que se pensa até que ponto a religião agride o homem sem que ele o perceba. Sigmund Freud dizia que “a religião serve de muletas para as pessoas lidarem com o seu sentimento de desamparo”. Karl Marx, foi mais radical: “a religião é o ópio do povo”. Não sei, mas essa vinda de Bento XVI ao Brasil está mais para atestar o aleijão ou a embriaguez dos brasileiros. Contudo, acredito que isso é mais um jogo político-religioso que esbarrará em interesses papais, fato que porá à margem qualquer interesse sobre as transformações sociais e/ou nas relações entre os povos, que, afinal põe em questionamento: O que há de positivo nessa visita para que acreditemos que, antes de tudo, esta estada do Papa no Brasil reforçará os preceitos Divinos e o poder da Cura e da Libertação das patologias que assolam o homem contemporâneo?

Comments:
É, querido, a hipocrisa continua espalhando sua purpurina....

[infelizmente acho que o povo brasileiro escolheu um herói [argth]: Lula!]

beijocas e boa semana

MM


ps: adoreeeeeeeei a imagens dos ovos abaixo, rsrsrs*
 
sei lá, sei lá... eu nao sei (ainda) qual a minha religiao, eu só sei que, DEFINITIVAMENTE, eu nao sou catolica! alias, sempre soube! desde muito pequena! eu tenho medo das idéias católicas... e tenho medo do q eles pregam (e isso nao tem a ver com as minhas fobias de mentirinha). É uma hipocrisia atrás da outra! A igreja católica me assusta realmente! E esse papa novo só piorou a situação. Vai ser feio assim lá no... bem, deixa pra lá! Hahahahaaha. Beijaooooo wagner!
 
Concordo contigo em gênero, numero e grau...O povo brasileiro é verdadeiramente acomodado.Não são capazes de realizar grandes coisas, de lutar por ideais realmente importantes,tudo porque isso se resume ao fato de que se é difícil, eu prefiro não correr atrás. Então engolem idéias pré-formadas e se permitem digerir da forma mais cômoda possível, sem ter que pensar, formar opinião, ou mesmo se empenhar.
Para que buscar a Deus e fazer sua vontade se é mais fácil adorar a figura de um homem que está ali, pensando ser o dono da razão.Isso me indigna, me indigna saber, que pessoas deixaram de comer,de comprar alguma coisa que realmente precisavam, para ir correr atrás do papa. Me indigna que todos fechem os olhos para uma realidade que está bem diante de seus narizes:crianças morrendo de fome e de frio nas ruas, milhares de mendigos, analfabetos, pessoas morrendo por descaso e aqueles que deveriam ajudar preferindo discutir se é certo ou não o casamento entre homossexuais, nada contra, mais acho que se preocupar com a vontade de Deus vai muito além disto.
Beijinhos e um lindo dia...
 
Papa no Brasil???
Sério???

Deixei de assistir televisão!

Acho que o niilismo se apossou de mim.... não à ponto de me matar!!!
huahuahuauaauhauau
 
Incrível como penso exatamente o que acabo de ler, essa revolta com custos exorbitantes é uma afronta, esse endeusamento de um ser nada santo e carismático é doentio, essa demagogia que a igreja prega de puritanismo escondendo bárbaries, isso enoja.
Essa vinda do papa, tem como objetivo atrair jovens pra igreja, estão perdendo o poder pelas bandas de cá e até ameaçou excomungar um ministro que deve a coragem de dizer que não era contra o aborto, uma seita que não concorda com o inocente preservativo de látex o que quer que esperemos dela?
Adorei sua forma de expressar opinião.
Oremos por nós pecadores, amém!
lindo dia
beijosssssssss
 
oi do dia.
 
Eu n faço questão nenhuma de o ver
 
Este comentário foi removido pelo autor.
 
Concordo contigo em gênero, número e grau.
 
Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?