22 abril 2007

 

QUANDO ESCREVO


Quando escrevo, sem querer desescrevo. Porque quando tento escrever o que quero, acaba por sair o que não quero. (As linhas passam a ficar pegajosas qual catarro na parede.) Vou escrevendo e percebo que as palavras fogem ao que deveriam expressar, mas ainda sim expressam algo, porém não o que deveriam. Expressam outra coisa, e a outra coisa que expressam é necessariamente o que não deveria ser dito; no entanto, o dito passa a ser sentido como algo que naturalmente deveria ser escrito. Tento, então, escrever ao avesso. Buscando encontrar na contra-mão o que deveria ser dito. As palavras vão se transformando em blocos que se derretem e se condensam ao serem escritas. E a outra coisa que vai sendo dita sem ter sido provocada vai juntando suas cinzas no que as linhas emudecem em descansam.

Vou escrevendo como um chute torto. Bola que corre pelo lado contrário do campo. Lado contrário do que digo. Porque quando digo, também desdigo - sem querer - o que estava querendo dizer se não fosse o avesso do que já estava dito. Escrever vai logo se tornando um “remar contra a maré”, onde as águas querem afundar o que já está submerso. Escrever vai se tornando uma garoa que acomete o fim de tarde após um dia ensolarado. As palavras vão se encerrando em si mesmas, dizendo pouco ou quase nada do que deveras deveriam dizer, ou quem sabe pelo menos, sugerir. Ao escrever, vou ficando sem o domínio do que é dito, vou ficando seguro do que não digo, dizendo o que desconheço, e desconhecendo o que está expresso. Assim escrevo, assim vou sacramentando o que deveria calar, descalando o que não fala por está escrito.

Comments:
Owww Palavras rabiscando cada gota que sai do pensamento...
Escrever como forma de ser livre... Assim sempre...

Muito boa sua escrita, realmente muito boa, parabéns.

ótima semana.

[s]s
 
Obrigado pela visita ao meu blog. Espero que sempre possa voltar la.
Abraços
Luciano
 
escrever é o meu maior e reconhecido ato de egoísmo... me livro da responsabilidade de sentir e passo ela para quem lê... bom estar aqui =)
 
rabiscar é bom demais
bjinho
 
Mas é exatamente essa a graça da coisa, rs*....

Já leu a Louca da Casa? Entre outras coisas fala disso, é óóóóóóóótimo.

beijos e boa semana, dear

MM
 
É como se escrever te libertasse e ao mesmo tempo te tornasse mais egocÊntrico, né?!
Ou será será que estou "desdizendo" o que você disse?

:S

.
.
.

=]
 
Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?