28 março 2007

 



Hoje, saindo de casa:


Meu pai:
- Leve o guarda-chuva, irá chover...

Eu:
- Não importa. Há homens que precisam de chuvas.

E saí, chovendo.

Comments:
Quando passeio por aqui me sinto diante de um lugar seguro, pois nem todos os lugares e prováveis como este, pode-se deixar um pouco de si. Aqui eu deixo um pouco de mim...
Um abraço e um sorriso!
 
Respingou aqui.
Cheiro de terra molhada. Solo úmido, geminando vida.
Comentário mais gostoso o teu, lá.
Gostei daqui, viu.
=**
 
eu preciso de chuva. hoje! agora!
 
Todo mundo quer chuva hoje em SP! Esqueceram de ligar o ar-condicionado, o tempo está quente...

Sei que falavas de chuva interna, mas estou queimando externamente. Literalmente!

Beijocas!
 
Sinto o cheiro da terra molhada, rapaz. É um cheiro bom que traz mais poesia aos dias. Igual a você que faz poesia das coisas que passariam sem a gente perceber.


Beijo
 
Isso é poesia.
 
Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?